Perspectiva da Semana #84



O que est√° acontecendo no Brasil? 

1.¬†Pol√≠tica¬†‚Äď A Comiss√£o de Constitui√ß√£o e Justi√ßa (CCJ) da C√Ęmara aprovou a prorroga√ß√£o da desonera√ß√£o da folha de pagamento dos 17 setores que mais empregam no Pa√≠s, com mais de 6 milh√Ķes de trabalhadores. A medida vale at√© 31 de dezembro de 2023. (C√Ęmara)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, na terça-feira (16), que pretende dar aumento para todos os servidores federais com a aprovação da PEC dos Precatórios. (Folha)

O Senado vai promover debate sobre a PEC dos Precatórios (PEC 23/2021), na segunda-feira (22), às 15h. (Senado)

Na ter√ßa-feira (23), √© prevista audi√™ncia p√ļblica na Comiss√£o de Assuntos Econ√īmicos do Senado com a participa√ß√£o dos ministros da Economia e de Minas e Energia, al√©m do presidente da Petrobras. O tema √© o aumento dos combust√≠veis. Ainda no mesmo dia, na Comiss√£o de Infraestrutura, o ministro das Comunica√ß√Ķes, F√°bio Faria, dever√° prestar esclarecimentos sobre as perspectivas do 5G no Brasil. (Senado)

2. Economia РO Ministério da Economia revisou as expectativas o PIB e a inflação para 2021 e 2022. De acordo com o Boletim Macrofiscal da SPE 2021, a inflação, para este ano, passou de 7,90% para 9,70%, e, para o ano que vem, de 3,75% para 4,70%. As novas estimativas inflacionárias convergem com o relatório Focus do Banco Central, que projeta a inflação para 9,77%. Para o PIB de 2021, a SPE reduziu o crescimento de 5,30% para 5,10, e o crescimento para 2022 foi revisado de 2,50% para 2,10%. O mercado, de acordo com o Focus, estima o PIB de 2021 em 4,88% e 0,93% para 2022. Veja o relatório completo:

3. Administra√ß√£o p√ļblica ‚Äď De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o desmatamento na Amaz√īnia atingiu 13.235 km¬≤, entre agosto de 2020 e julho de 2021. √Č o maior √≠ndice de desmatamento dos √ļltimos 15 anos na chamada Amaz√īnia Legal. (Estad√£o)

Esta semana, o Brasil alcançou a marca de 60% da população vacinada contra Covid-19, com o ciclo completo.


Uma an√°lise:

1.¬†A tend√™ncia na pol√≠tica continua positiva, sem altera√ß√Ķes relevantes. Bolsonaro permanece sem provocar conflitos institucionais. No Twitter, Bolsonaro tem publicado realiza√ß√Ķes do governo, foco tamb√©m de suas “lives” semanais, apesar de adotar um tom mais polarizador, especialmente contra o PT e o ex-presidente Lula.

O clima pol√≠tico no Senado n√£o tem sido favor√°vel ao governo em quest√Ķes importantes, com a paraliza√ß√£o de diversos temas, como, por exemplo, a privatiza√ß√£o dos Correios, a sabatina de Andr√© Mendon√ßa para o STF e reforma do IRPF. A declara√ß√£o sobre o aumento para os servidores p√ļblicos n√£o caiu bem entre os senadores e n√£o contribui para melhorar a situa√ß√£o no Senado. O assunto do aumento deve ser abordado na audi√™ncia p√ļblica sobre a PEC dos Precat√≥rios no Senado e vai dar trabalho para o l√≠der do governo no Senado e relator da PEC, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE).

2.¬†A tend√™ncia para a economia permance neutra. A revis√£o dos dados da economia pela Secretaria de Pol√≠tica Econ√īmica mostra que a realidade √© dura, especialmente em rela√ß√£o √† infla√ß√£o. Apesar disso, a SPE tem acertado bem as previs√Ķes de desempenho da economia, especialmente, em rela√ß√£o ao PIB.

O pico da inflação era para ter sido em outubro, em vez de novembro, mas vamos aguardar um pouco mais para ver o fechamento de novembro. Esta semanda, serão divulgados o IPCA-15 de novembro e os dados de criação de emprego (Caged).

3.¬†A gest√£o p√ļblica tamb√©m permanece na neutralidade. A realiza√ß√£o do Enem parece n√£o ter sido afetado pela demiss√£o coletiva dos servidores no Inep. Tamb√©m n√£o h√° indicativos de que tenha havido interfer√™ncia na escolha das quest√Ķes. Apesar disso, o assunto educacional merece ser acompanhado de perto. As consequ√™ncias para o futuro do Pa√≠s podem ser muito negativas se n√£o houver transpar√™ncia na gest√£o do Minist√©rio da Educa√ß√£o.

As quest√Ķes ligadas ao meio-ambiente permanecem sem soluc√£o. Numa guerra de narrativas, os dados deixam pouca margem para interpreta√ß√Ķes distorcidas da realidade. De um lado, o governo precisa direcionar recursos e aten√ß√£o para o combate ao desmatamento da Amaz√īnia; de outro, grandes empres√°rios nacionais precisam desempenhar um papel para o qual ainda n√£o se atentaram e implementar uma mentalidade de ESG s√©rio. O governo e a sociedade n√£o v√£o conseguir fazer a curva sozinhos.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s