Perspectiva da Semana #115

O que está acontecendo no Brasil?

1. Política – Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conseguiu formar o maior bloco partidário na disputa presidencial. Além do PT, a aliança conta com PSB, Solidariedade, PSOL, Rede, Avante, Agir, PROS, PCdoB e PV. O presidente Jair Bolsonaro (PL) formou o bloco com PP e Republicanos. (Estadão)

O PSDB e o Cidadania anunciaram a senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP) como candidata a vice na chapa presidencial com a senadora Simone Tebet (MDB-MS). (Estadão)

O União Brasil lançou a senadora Soraya Thronicke (União-MS) como candidata à Presidência da República em convenção nacional do partido. (Estadão)

O presidente do Senado e do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco, iniciou os trabalhos legislativos no segundo semestre com um pronunciamento em defesa da democracia, no qual expressou sua confiança nas urnas eletrônicas e na Justiça Eleitoral. (Senado)

Pesquisa Quaest mostra Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à frente das intenções de voto no primeiro turno com 44% (-1pp), Jair Bolsonaro (PL) com 32% (+1pp). O governo é desaprovado por 43% (-4pp) e aprovado por 27% (+1pp). A pesquisa foi realizada presencialmente com 2.000 eleitores de 28 a 31 de julho.

A pesquisa PoderData também mostra estabilidade na eleição presidencial. Lula segue com 43% (estável) e Bolsonaro com 35% (-2pp).­ Atualmente, a taxa de desaprovação do governo é 57% (+2pp) e a de aprovação, 39% (-2pp). A pesquisa foi realizada por telefone com 3.500 eleitores de 31 de julho a 2 de agosto.

Segue o compilado de pesquisas:

2. Economia – O Comitê de Política Monetária (Copom) aumentou, na quarta-feira (3), os juros básicos em 0,5 ponto percentual, levando a Selic para 13,75% ao ano, o nível mais alto desde novembro de 2016. (Valor)

A Petrobras anunciou um corte de 3,6% no preço do óleo diesel nas refinarias. A medida entra em vigor nesta sexta (5). O valor médio do combustível para as distribuidoras cairá de R$ 5,61 para R$ 5,41 por litro. (Folha)

As exportações brasileiras somaram, no mês passado, US$ 29,955 bilhões, e as importações, US$ 24,511 bilhões. Isso gerou um saldo positivo de US$ 5,444 bilhões. A nota do Ministério da Economia pode ser lida aqui. (Brasil)

O Bradesco registrou lucro líquido de R$ 7,04 bilhões no segundo trimestre de 2022, alta de 11,4% em um ano. (Valor)

3. Administração pública – As Forças Armadas e o PTB iniciaram a inspeção do código-fonte da urna eletrônica na sede do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). CGU (Controladoria Geral da União), MPF (Ministério Público Federal), UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e o Senado Federal já realizaram as inspeções. (Poder360)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou a medida provisória (MP) que permite conceder empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil e do Benefício de Prestação Continuada (BPC). Além disso, aumentou de 40% para 45% a margem para consignados a pensionistas e aposentados do INSS. (Valor)

Também foi sancionado pelo Presidente o piso nacional para enfermeiros, fixado em R$ 4.750,00. (Estadão)


Uma análise:

1. A tendência política segue alinhada entre os principais atores do processo político, criando um ambiente favorável para a criação de políticas públicas. A retomada dos trabalhos, no Legislativo, ocorreu sem surpresas e sem votações controversas. Na Câmara, os deputados aprovaram diversas medidas provisórias importantes. Mesmo o projeto que restringe as saídas temporárias de presos, conhecidas como “saidinhas”, também foi aprovado e seguiu para apreciação do Senado.

Considerando o término do período das convenções partidárias, as alianças firmadas entre os partidos são importantes para analisar o cenário político. O primeiro impacto desses acordos se materializa em maior tempo de propaganda e fundo eleitoral. Nesse quesito, Lula sai na frente. O segundo impacto é o ambiente político no Legislativo e no território. A aliança do PT e demais legendas elegeram 140 deputados federais, 13 senadores e oito governadores em 2018. A candidatura petista também lidera nesse quesito, com forte capilaridade estadual e municipal. Além disso, existe a divisão no MDB e em outros partidos que, mesmo fora dessa conta, darão sustentação à campanha de Lula. A aliança de Bolsonaro, por sua vez, com PL, PP e Republicanos, tem 171 deputados federais, 7 senadores e 1 governador, com menor alcance.

Em relação às pesquisas eleitorais, não houve variações significativas na diferença de pontos entre os dois principais candidatos. Há, contudo, sinais mistos em relação às taxas de aprovação do governo, com oscilação positiva para Bolsonaro na pesquisa presencial da Quaest. Esse tipo de pesquisa tende a capturar mais a preferência dos eleitores de perfil de renda mais baixo. Pode ser um efeito inicial da queda do preço dos combustíveis e da taxa de desemprego. Até o momento, portanto, é possível que Bolsonaro continue melhorando seu desempenho, especialmente até o fim de agosto, mês em que os auxílios começam a ser pagos. Essa tendência pode ser reforçada com a autorização dos empréstimos consignados para os beneficiários do Auxílio Brasil. Embora tenha despertado fortes preocupações socioeconômicas, há consenso de que virão ganhos políticos no curto prazo.

Um último aspecto relevante para a próxima semana é a questão em torno das urnas eletrônicas e dos manifestos em favor da democracia. O conteúdo já foi conhecido e a adesão a eles é robusta. Os desdobramentos políticos desses eventos dependerão mais da reação de Bolsonaro do que propriamente dos atos. Se atender aos conselhos de aliados próximos ­– tanto os palacianos quanto os caciques do PL, PP e Republicanos –, Bolsonaro pode reagir de forma moderada e, assim, colher dividendos eleitorais oriundos do bom momento na economia. Se elevar a temperatura, contudo, a aglutinação de forças em torno da candidatura petista pode ser reforçada. De qualquer forma, a polarização eleitoral é crescente e, por enquanto, a previsão é de um primeiro turno acirrado entre Lula e Bolsonaro.

2. A economia segue com tendência favorável. A política monetária segue acompanhando de perto os efeitos inflacionários e agiu para elevar a Selic em 0,50pp. Para a próxima reunião, em setembro, o Copom sinalizou que avaliará a necessidade de fazer um novo incremento, e, caso seja necessário, será mais modesto, de 0,25pp. A ata da reunião será divulgada na terça-feira (9). A queda do preço internacional do petróleo e a redução do diesel anunciada pela Petrobras devem contribuir para o recuo da inflação de agosto.

O resultado da balança comercial não foi tão positivo quanto se esperava. O superávit foi menor do que o de julho de 2021, e o acumulado de 12 meses recuou de US$ 58,5 bilhões para US$ 56,6 bilhões. O resultado para 2022, contudo, deve permanecer positivo e robusto.

Para a próxima semana, destaque para o resultado da inflação medida pelo IPCA de julho. Agentes do mercado estimam uma deflação em torno de 0,6%.

3. A gestão pública segue em tendência neutra. As instituições parecem estar funcionando dentro de padrões normais. A interação do TSE com as Forças Armadas é um ponto a ser acompanhado.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s